Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
08 de Janeiro, 2021

Anvisa recebe pedido do Butantã de uso emergencial da Coronavac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta sexta-feira (8) que recebeu o pedido de uso emergencial da vacina CoronaVac apresentado pelo Instituto Butantan, de São Paulo. A Anvisa tem 10 dias para responder à solicitação. O Butantan confirmou que assinou um contrato com o Ministério da Saúde para a aquisição de doses da CoronaVac, na noite de quinta-feira (7). Está previsto o fornecimento de 46 milhões de doses, em quatro entregas até o dia 30 de abril. Também existe a possibilidade de a pasta adquirir do instituto outras 54 milhões de doses, totalizando 100 milhões. Cada dose da vacina custará R$ 58,20 e o valor total do contrato é de R$ 2,6 bilhões.

O governo paulista, comandado por João Doria, trabalha com a expectativa de começar a vacinação no estado com a Coronavac no dia 25 de janeiro. A ideia é iniciar a vacinação de 9 milhões de pessoas dos grupos prioritários.

A instituição esclareceu que continuará a avaliar toda a documentação depois que todos os documentos forem entregues e já iniciou a triagem.

"As primeiras 24h serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e checar se todos os documentos necessários estão disponíveis. Se houver informação importante faltando, a Anvisa pode pausar o prazo e solicitar as informações adicionais ao laboratório", afirmou a Anvisa, em nota.

De acordo com o governo de São Paulo, a CoronaVac teve eficácia de 78% para casos leves na terceira fase de testes e de 100% para casos graves e moderados.

 Fonte: Brasil 247

 

anvisa-recebe-pedido-do-butanta-de-uso-emergencial-da-coronavac_sindisaude.webp

Download
VOLTAR PARA LISTA DE Banner Notícias