Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
29 de Dezembro, 2020

Fim do auxílio emergencial deixa 48 milhões de pessoas sem o benefício

O governo Jair Bolsonaro deposita nesta terça-feira (29) a última parcela do auxílio emergencial que já havia sido reduzido de R$ 600 para R$ 300 em meio à pandemia. Com o fim do pagamento, 48 milhões de brasileiros, na maioria trabalhadores informais ou que perderam seus empregos, ficaram sem o benefício.

O fim do auxílio emergencial acontece um dia depois que o país somou 7,5 milhões de contaminados e 191.570 mortos pelo coronavírus.

A pandemia da Covid-19, que teve o primeiro caso registrado oficialmente no Brasil em março, registra sua segunda onda no país, em meio a um aumento de casos e sem perspectivas de imunização da população pela vacina.

O depósito desta terça, para nascidos em dezembro, só estará disponível para saques e transferências a partir de 27 de janeiro.
A partir de janeiro, o governo tentará migrar parte dos beneficiados para o Bolsa Família, que paga em média R$ 192 mensais.
 
Fonte: Revista Fórum
VOLTAR PARA LISTA DE Banner Notícias